milhas aéreas que você tem e não sabe

Estava de trelelê com Nubia uma amiga quando surgiu o tópico milhas no meio da conversa. Eu, que sou obcecada por elas e faço questão de angariar uma a uma, me assustei quando ela me disse não ter conhecimentos das milhas que tem. Isso porque ela tem e não sabe! E é provável que você também 🙂 Por isso, resolvi explicar  e citar até experiências que tive para dar uma luz rumo ao seu próximo voo 🙂

Muita gente (inclusive eu) costuma comprar passagens aéreas no cash, na bufunfa, na grana, com os ‘temers’ nosso de cada dia ou com dinheiro, se preferir 🙂

Nessa, há quem não saiba que, ainda que não utilize o tradicional cartão de crédito para pagar, tem, sim, direito a resgatar milhas.

Isso mesmo que você acabou de ler.

Deixe-me explicar melhor.

Existe, assim digamos, duas categorias para programas de milhagem: a do cartão de crédito, com programas de fidelidade como a Smiles e a Multiplus (que, particularmente, até hoje não me quebraram o galho, mas conheço uma “pá de gente” que deita, rola e voa – e muito – a partir desse benefício). E também outra forma – que me deu viagens sem a necessidade de colocar a mão no bolso – que é através das milhas acumuladas pela própria companhia aérea.

Por isso, tenho o hábito de sempre viajar pela mesma companhia ou, pelo menos, com a companhia aérea ‘parceira’ (explico melhor logo abaixo).  Por exemplo, quando viajo para os Estados Unidos, costumo voar com a American Airlines, integrante do grupo One World. Como já sou “cliente” do programa de milhagens, a cada viagem que faço, as milhas são automaticamente computadas. Não me dou nem o trabalho de ligar para solicitar.

Mas, o que são milhas?

Podemos chamar as milhas de presentes? haha, vamos colocar assim> milhas são “presentes” que você ganha cada vez que pega um voo rumo a esse mundão de meu Deus 🙂 A cada ‘km’ (ou milhas) que você percorre, é dado uma espécie de “pontuação” por isso. É uma forma que as companhias encontraram de fidelizar o cliente e lhe oferecer benefícios pela sua escolha.

Segundamente (!), como faço pra saber se tenho milhas?

Se realizou uma viagem nos últimos meses, basta entrar em contato com a companhia aérea. Mas, atenção: as milhas expiram. Caso não tenha cadastro no programa de milhas da companhia ou não tenha entrado em contato e solicitado antes, pode ser que não dê para recuperar. Por isso, o bom é que faça isso o quanto antes.

O que eu ganho com isso?

Viagens, oras!, haha. Cada distância percorrida exige que o viajante tenha a disposição certa quantidade de milhas para poder ‘pagar’ por aquela viagem. Mas não apenas isso 🙂 Por exemplo, graças as milhas que acumulei, atingi o “status de membro” dentro da American 🙂 Por ser uma membro “GOLD”, tenho algumas regalias como prioridade na hora do embarque (“priority”), possibilidade de escolher um assento bacana por um preço mais acessível, não pagar para despachar a primeira bagagem dentro do território americano (lá se paga por cada bagagem despachada separadamente; a primeira custa US$ 25; a segunda, US$35). Enfim, só vantagens e benefícios 🙂 Ainda há a possibilidade de dar o famoso ‘upgrade’ entre as classes e até reservar hotéis e alugar  carro com milhas.

Sobre companhias “amigas” no programa de milhas

Há uma espécie de ‘camaradagem’ no mundo secreto das milhas, haha. Isso porque existe uma ‘aliança’ entre algumas companhias. Elas fazem essas alianças por questão de $$$ melhoria de serviços, diminuição de custos e facilidades para o viajante que precisa fazer conexões. Vou esclarecer com outro exemplo meu, tá? 🙂 Quando fui para a Australia, decidi fazer a rota via Estados Unidos pela própria American, o que seria um problema, já que a American é… americana (!) e, portanto, não atinge os países da Oceania. Mas a Qantas, que também faz parte do grupo One World, sim! 🙂 Então, quando comprei as passagens na American, o voo que saia de Los Angeles rumo a Brisbane (AU) indicava: “voo operado por Qantas”, que foi a companhia mais adequada para dar continuidade da viagem até meu destino final.

Dúvidas?

Então, é isso, pípo! Acho que deu pra explicar um pouquinho, né? Caso tenha outras dúvidas, curiosidades, sugestões, me deixe saber! Amo receber comentários 🙂

Los Angeles Airport - Flavia Francellino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s