Papo de Quinta: cada um tomando conta da sua vida

Hoje se tornou comum sair metendo o bedelho na vida dos outros; as redes sociais dão conta do recado e, convenhamos, facilitaram – e muito – esse tipinho de serviço. O serviço de bisbilhotar e se sentir no direito de palpitar na vida dos outros.

É fácil dizer tudo o que se pensa nas fotos dos outros: na cara é que não é.

Mascara sua cara de pau, pinta o cenário perfeito para sua construção (podre, bem podre).

É fácil perder os limites e chamar de LIBERDADE DE OPINIÃO o que, na verdade, é uma GRANDE FALTA DE EDUCAÇÃO. Falta de educação, sim.

É feio, é covarde escrever coisas que você só tem coragem de dizer pelas costas. É feio se pronunciar em nome da sua verdade sem se preocupar se vai ou não ofender os outros. Haters.

E se fizessem o mesmo com você?

E se decidissem escrever umas verdades lá no perfil da sua mãezinha?

O que faria?

Como iria se sentir?

Acho que não é legal, não é mesmo?

Pois é.

Está na hora de começar a se colocar no lugar do coleguinha. Na hora de crescer e parar de ser criança. Será que não dá pra ver que se banca o sem noção metralhando colocações desnecessárias?

Não gosta do que eu faço?

Eu não te perguntei!

Guarde sua opinião não perguntada pra você.

Se poupe, me poupe, nos poupe.

Vale lembrar que, sim, tudo o que vai, volta.

Espero do fundo do peito que colhamos o que temos plantado.

Sua hipocrisia disfarçada de verdade?

Sua linguinha afiada?

Seu cinismo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s