#NYFW: Också, marca brasileira, aterriza nas passarelas da New York Fashion Week

Um dos motivos que me fez aceitar a proposta e embarcar na aventura (e na emoção) de participar da minha primeira semana de moda lá fora foi o fato de ter uma grife brasileira entre os nomes que tem tudo para ser uma grande promessa. Afinal de contas, a Också, marca jovem que transborda atitude, foi convidada pela Fashion Gallery, evento que faz parte do calendário oficial da Semana de Moda de Nova York, para mostrar a que veio.

*********************

A marca

Också, que quer dizer ‘igualmente’, segue no comando dos talentosos Igor Bastos e Deise Witz. Apesar de jovem (a mesma tem apenas três anos, pasmem!), a label já faz um baita barulho. Tanto que, além de dar o ar da graça na Casa dos Criadores, em São Paulo, evento que apresenta os new designers do momento, a Också já deu o ar da graça nas passarelas de Berlim e Vancouver (para quem desconhece, a Casa dos Criadores, assim como a Fashion Gallery, acolhe talentos emergentes).

Quanto ao seu DNA, Också segue um conceito inovador, já que aposta em peças com pegadas neutras (genderless), cool e atemporal ao mesmo tempo. A título de curiosidade, a Också desenvolve duas coleções anuais sob a mesma temática que, a minha ótica, também pode se traduzir em comprometimento com o processo criativo.

Um pouco mais sobre a marca na ótica de outros veículos:

Matéria do portal de moda FFW: Conheça a Också, marca de Porto Alegre que faz moda global com pegada escandinava (2015)

‘Också é uma palavra que em sueco quer dizer “também”, “igualmente”. Para Igor Bastos e Deisi Witz, a palavra caiu como uma luva para as roupas unissex que eles começavam a criar ainda em 2013. Para a dupla, a palavra ganhou um significado próprio, “aquilo que tem o poder de somar”, e assim nasceu a marca Också. A escolha de uma palavra em sueco não foi por acaso, já que eles precisavam de um nome para se inscreverem no prêmio Rio Moda Hype. Assim, Deisi e Igor, que adoram a estética dos países escandinavos, acharam a palavra perfeita.’

Deisi, de Bento Gonçalves, na Serra gaúcha, encontrou com Igor no curso de Design de Moda da faculdade UniRitter, em Porto Alegre, onde ele nasceu. Com as criações — e um bom nome — em mãos, a Också foi uma das cinco marcas selecionadas para o Rio Moda Hype Outono/Inverno 2014, que aconteceu no fim de 2013.

Desde então, já apresentaram seu trabalho em semanas de moda internacionais, como Berlim e Vancouver, e foram semifinalistas do concurso MUUSE x “Vogue” Itália. Há duas temporadas, apresentam suas coleções na Casa de Criadores, em São Paulo.

A moda atemporal de corte quase contestador de Deisi e Igor também se ensaia na tendência do slow fashion e do lowsumerism (ainda que as marcas ainda estejam tentando entender como sobreviver nesse novo cenário): em vez de duas coleções por ano, eles elegem um tema anual que contará com peças para dias quentes e outras para dias frios, mas todas elas se conversando — e se combinando, o que aumenta as possibilidades de uso para o consumidor.

A escolha de uma palavra em sueco para uma marca que declaradamente se inspira na estética escandinava, minimalista e clean diz muito mais sobre ela do que seus criadores possam ter imaginado.

 

 

Matéria postada no blog ‘As Patrícias’: Bons ventos para a Också (2016)

Não é de hoje que fazemos questão de deixar claro por aqui a nossa admiração pelo trabalho da Också. A grife gaúcha, tão jovem, mas já com tanta história para contar, é um sopro de frescor. A dupla de designers por trás de tudo, Deisi Witz e Igor Bastos, assina coleções com conceito e imagem apurados e sensíveis. Por essas e outras, estamos sempre de olho na trajetória em ascensão da label, que está com duas novidades bem bacanas.

Recentemente, a Också foi uma das 50 marcas selecionadas pelo Not Just a Label, principal plataforma mundial para designers apresentarem e construírem visões pioneiras para a moda contemporânea, a participar da Origin Passion & Beliefs, que ocorre em parceria com a Fiera de Vicenza, em Milão. A grife irá participar da sessão “textiles” da feira, que é uma das mais importantes da atualidade. E a “dominação mundial” não para por aí! A dupla irá participar do próximo calendário oficial do New York Fashion Week, desfilando no Fashion Gallery como convidada. O desfile marca uma nova proposta, com styling de Tathi Yumi, que também assina a próxima apresentação da Också para a Casa de Criadores, no dia 11 de setembro.

Para fechar com chave de ouro essa temporada de bons ventos para a grife, a Också ainda comemora duas parcerias. A primeira com Carolina Peraça, que gerou acessórios sucesso que, em breve, entram no e-commerce. A segunda com a Artéria, da qual surgiu uma mochila três em um que estará no próximo desfile da Casa de Criadores. Ufa! Chegamos a ficar sem fôlego… de empolgação! Vida longa, Också!

 

Matéria publicada no site Lilian Pacce: Också (2016)

Os gaúchos Igor Bastos e Deisi Witz, da Också, estão com um corner na Cubo, em Porto Alegre, e comemoram um novo momento da marca, de amadurecimento e maior comprometimento com venda. Não que isso tire a essência da marca, com as malhas gostosas de usar, o linho, a leveza das peças que guardam assimetrias e detalhes em cada dobra, costura e “desestrutura”. A ideia dessa primavera-verão 2016/17 é brincar com o próprio processo da moda, focando na peça-piloto (é assim que é chamada a peça que vai sofrer ajustes e refações e depois servir como modelo pra produção). A cor cru característica, costuras aparentes simulando pences, o tom de desconstrução que a dupla da Också curte: no lugar de dar a impressão de algo inacabado, o resultado é fresco, primo daquela descontração chic da Osklen, sabe? Destaque importante pro trabalho da Carolina Peraça, que cria peças em cerâmica e fez os acessórios em parceria com Igor e Deisi num resultado superdelicado.

 

*******************

Sobre o desfile

O desfile abriu o evento que  aconteceu no dia 11 de setembro, às 11hs, no astor hall do Hotel Affinia Manhattan, no coração de NY, e foi conduzido pelo stylist da Tathi Yumi.

Nas passarelas, reinaram peças da coleção intitulada ‘Piloto’, conceito que é um grande trunfo da marca. Inegavelmente o primeiro impacto nos choca diante da impressão de vermos as peças em processo de acabamento, mas a graça da coisa está justamente aí. É a partir desse viés que entendemos que imperfeição também pode nos surpreender; também questionamos e identificamos um novo significado para a moda.

Peças desestruturadas e shapes amplos materializados em túnicas, moletons, calças e saias tomaram conta das passarelas. O tom cru e o viés monocromático fizeram o tom da apresentação, fazendo-se fiel à proposta da marca.

Quanto aos acessórios, o arremate artesanal veio reforçado pelo olhar de Carolina Peraça. As bolsas foram desenvolvidas em parceria com a Artéria e, nos pés, restou o conforto e a despretensão da brasileiríssima Melissa Flox {eu pirei quando vi :)}

 

Fotos: Reprodução/Också

dscf8657

dscf8656

dscf8654

dscf8652

dscf8653

dscf8651

dscf8659dscf8581

dscf8598

 

dscf8644

dscf8642

dscf8649

Fotos: Arquivo Pessoal

 

*********************

Um sonho realizado

Estava na dúvida se iria ou não aterrizar em Nova York para uma semana de moda e confesso que tanto pela proposta da Fashion Gallery, que abre às portas para novos talentos, como pela história da Också, me vi seduzida. Fiquei impressionada com o que vi: com a maturidade, com os voos que a marca tem alçado e pela seriedade que a dupla conduz uma label tão jovem {ah, pelos corredores, elogios quanto à apresentação haviam de sobra}.

Sim, claro, com certeza, fiz a louca e persegui o Igor depois do desfile, kkkkkkkkkkkkkkkkk, que foi muito solícito e meu atendeu com o maior carinho e atenção do mundo (apesar de toda correria). Fui no backstage, dei uma de enxerida e revirei tudo, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. A Deisi não pode estar presente (fisicamente, mas estava de alma e virtualmente que eu sei, kkkkkkkkk), porque estava em um evento em outro país.

Quando vi a Också, uma marca tão jovem e promissora, despontar nas passarelas e conquistar seu espaço, me fez entender de que todos somos podemos chegar mais longe.

Não tenho palavras para agradecer a Deus por essa oportunidade incrível! Agradeço também, de coração, a Fashion Gallery (thanks so much <3) por ter me recebido de braços abertos – e por todo carinho com que conduziram nossa conversa! Me fizeram me sentir em casa e a equipe me tratou de um jeito que eu não sei explicar. Igor, grata pela paciência também, viu! 🙂 Não os deixei em paz no email, no Instagram e, no desfile, muito menos. Só lamento posso dizer que isso se repetirá no desfile de vocês aqui na Casa dos Criadores, sorry, kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

 

A vocês, também, quero deixar meus agradecimentos. Não sou capaz de dimensionar o carinho e respeito que recebi, mesmo estando boa (ou toda) parte do tempo em offline, kkkkkkkkkkkkk. Só quero registrar que foi tudo incrível, e que, de uma forma ou de outra, vocês fizeram parte disso ❤

 

Para conhecer mais sobre o trabalho incrível deles, basta clicar aqui

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s