#UmataldeFlavia : Como usar camisa estampada

Olá girlies,

Gente, não é que esse look rendeu um #coisasdeFlavia, kkkkkkkkk

Terça- feira tivemos uma confraternização deliciosa, com direito a amigo secreto e muitas risadas, principalmente da minha parte, kkkkkkkkkk.

O tempo, agradável, pediu uma cor a mais que pudesse trazer vida para a minha escolha, uma calça flare branca. Tá aí uma coisa a ser pensada… Às vezes você compra uma peça ‘mara’ mais que não favorece em nada seu tom de pele, então o investimento vai por água abaixo. Às vezes a cor é legal, mas o caimento não favorece seu tipo de corpo.

E não tem jeito. A única maneira de você acertar é se conhecer. E até você se conhecer você vai errar muito, o que é pode ser muito bom neste caso. Existem erros que não cometemos jamais, principalmente no look, não é mesmo? kkkkkkkk

Como eu disse, eu acordei inspirada e decide vestir um branco (e olha que para decidir vestir branco nessa cidade tem que acorda muuuuuito inspirada, vamos combinar). A peça é coringa, veste bem com tudo, mas precisava de algo que pudesse se destacar no meio do ‘nada’ de cor.

Amo estampas, e logo me apaixonei pela peça porque ela já fez todo o trabalho por mim, kkkkkk. Misturou floral com xadrez 🙂 🙂 🙂 Ela é oversize (tamanho maior  – não que seja difícil encontrar roupas que fiquem maiores para mim, kkkkkk).

Oversize são peças maiores que a sua numeração maior. No caso, essa blusa é P, enquanto deveria ser PP para ficar mais juntinha ao corpo. Porém, maior é uma coisa, enooooorme é outra. O legal aqui é o caimento despretensioso, dá para colocar apenas a parte da frente dentro da camisa, ou colocar apenas uma pontinha (amo fazer isso) ou dar um nozinho, dobrar as mangas para deixar o visual despojado, enfim, são várias opções que TIRAM O JEITO DE USAR CAMISAS DO COMUM.

Enfim, com essa liberdade fashion toda, me restou me divertir um pouco mais com os acessórios 🙂

Sandália preta, clássica, e maxicarteira bicolor para trazer vida e, de quebra, fazer um color blocking, Ela é versátil porque é possível usar com alça ou sem, ótima para os momentos que no nada bate aquele preguicinha, sabe? hahah

Para equilibrar, um brinco poderoso APENAS de um lado. Deixa a produção atual e mostra que você é cool – ou que você perdeu o outro brinco, kkkkkkkkkk. Já disse (não disse?) que é super permissivo fazer essa brincadeira gostosa, pois valoriza mais o que se quer destacar. É uma opção para quem gosta de brinco um pouco maior mas falta aquela iniciativa.

E para o ‘gran finale’, sim, meu hand bracelet, já conhecem? Os famosos braceletes de mão que dão aquele up e te acompanham em qualquer temporada. Assim que o frio bater E você estiver toda encapotada E cheia de camadas de roupas E (chega de ‘e’ né, Flavia, kkkkkkk) estiver a fim de colocar algum acessório, você vai me dar razão, kkkkk. Para arrematar, anel de falange.

Olhem só:

DSCF1323

DSCF1322

DSCF1332

Com vocês, meu momento ‘street style’, kkkkkkkkkkkkkkkk. Detalhe para o cardigã que, do ombro no melhor estilo ‘Mauricinho’, mas poderia parar amarrado na cintura no melhor da ‘Moda de Rua’ – acredita que amarrar a blusa na cintura é o hit do momento? O bom que de quebra dá uma alongada e disfarçada, se você desejar.

DSCF1335

DSCF1389

Agora os detalhes:

DSCF1396

DSCF1391

DSCF1392

DSCF1393

DSCF1397

E então, gostaram?

Fotos: Lá Meireles 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s